Tipos de atendimento

A terapia é um processo que proporciona um intenso mergulho interior. Cada trabalho é único e conta com todo o sigilo necessário para o bem-estar do cliente, primando pela ética na relação terapeuta-cliente durante o decorrer de todo o processo psicoterapêutico.

Psicoterapia individual

Psicoterapia individual: terapia em que a pessoa faz sessões individualmente, geralmente uma vez por semana. Excepcionalmente, posso fazer atendimentos quinzenais ou duas vezes por semana. Exemplos de temas que podem ser abordados em terapia: questões de relacionamento (de casal, familiares ou profissionais); dificuldades relativas a diferentes fases da vida, como sair da casa dos pais, casar, ter filho, separar-se; dificuldade em arrumar um parceiro amoroso; questões profissionais; ansiedade; pânico; depressão; abuso sexual; dificuldade em emagrecer ou engordar; aprender a se valorizar e a dizer não; o fundo emocional das doenças, transgeneridade. A abordagem utilizada é a Gestalt-terapia.

Psicoterapia de casal

Psicoterapia de casal: a terapia é do casal. O objetivo é trabalhar algum tema concernente ao casal. O tema mais frequente é a dificuldade de relacionamento, baseada na falta de comunicação. Muitos casais chegam à terapia querendo melhorar a qualidade da relação conjugal, que, após muito tempo estagnada, chega a um nível muito ruim. Outros desejam se recuperar de alguma situação que trouxe estresse ao casal, como a traição. Os atendimentos geralmente são quinzenais. A abordagem utilizada é gestáltico-sistêmica.

Terapia sexual

Terapia sexual: é uma terapia focal que pode ser feita individualmente ou em casal (heterossexual ou homoafetivo). O objetivo é trabalhar uma disfunção sexual: falta de desejo, ejaculação precoce, disfunção erétil, vaginismo (contração involuntária dos músculos próximos à vagina, que impedem a penetração), anorgasmia (falta de orgasmo), dispareunia (dor na relação sexual), fobia sexual. Também pode ser trabalhado o sentimento de inadequação sexual, que ocorre quando a pessoa se sente incomodada com alguma questão sexual sua ou do casal. Por exemplo, um homem deseja fazer sexo quatro vezes por semana e sua parceira uma vez por semana. O homem pode ter um sentimento de inadequação sexual no que diz respeito ao casal. Outro tema frequente são as consequências na vida sexual de episódios como abuso sexual, criação repressora e ideias negativas a respeito do sexo.

Psicoterapia de família

Psicoterapia de família: a terapia é da família. O objetivo é trabalhar algum tema concernente à família como um todo. Exemplos: dificuldade em lidar com os filhos pequenos ou com os idosos da família; doença de uma pessoa da família que afeta as demais; dificuldade de relacionamento entre pais e filhos ou entre irmãos; drogadição de um membro da família que torna os demais codependentes; segredos familiares. Os atendimentos geralmente são quinzenais. A abordagem utilizada é gestáltico-sistêmica.

Psicoterapia de trisal ou outro relacionamento poliamoroso

Poliamor é o relacionamento amoroso simultâneo entre três ou mais pessoas, com o consentimento de todos os envolvidos. Assim como todos os relacionamentos, este pode passar por dificuldades. A terapia visa a melhoria dessas relações. Os atendimentos geralmente são quinzenais. A abordagem utilizada é gestáltico-sistêmica.

SOBRE A GESTALT-TERAPIA...

A Gestalt-terapia é uma abordagem da Psicologia, cujo tripé é o Aqui-agora, o Contato e a Awareness.

"A Gestalt-terapia é uma terapia existencial-fenomenológica fundada por Frederick (Fritz) e Laura Perls, na década de 1940. Ela ensina a terapeutas e pacientes o método fenomenológico de awareness, no qual perceber, sentir e atuar são diferenciados de interpretar e modificar atitudes preexistentes. Explicações e interpretações são consideradas menos confiáveis do que aquilo que é diretamente percebido ou sentido. Pacientes e terapeutas, em Gestalt-terapia, dialogam, isto é, comunicam suas perspectivas fenomenológicas. As diferenças de perspectivas tornam-se um foco de experimentação e de diálogo continuado. O objetivo é tornar os clientes conscientes (aware) do que estão fazendo, como estão fazendo, como podem transformar-se e, ao mesmo tempo, aprender a aceitar-se e valorizar-se." YONTEF, Gary. Processo, diálogo e awareness. São Paulo: Summus, 1998.

Obs: Somente faço atendimentos particulares. Clientes que possuem planos de saúde devem entrar em contato com o seu plano para saber se podem obter reembolso mediante a apresentação do recibo da consulta.

Para qualquer atendimento, entre em                          e marque uma entrevista. 



Dúvidas podem ser esclarecidas por telefone ou     _______

Psicóloga - Flamengo - RJ

Agende uma entrevista

21  99975-4130
21  2265-7781

aruza@uol.com.br

        @psicologaaruzacarelli

Atendimentos no Flamengo (próximo à estação de metrô Largo do Machado)
Rio de Janeiro – RJ

Localização

© 2013 por Aruza Ribeiro Carelli. Todos os direitos reservados.